domingo, 24 de fevereiro de 2019

Mau tempo. Casa. E um snack para quando a fome aperta.

Nestes dias frios de inverno, torno-me eremita. Depois de uma semana fora, aos fins de semana só me apetece recolher. Só mesmo algo muito estimulante para me fazer abandonar o conforto da lareira e enfrentar o vento e a chuva. Como aqueles esquilos dos desenhos animados, que enchem as tocas de nozes para os meses frios, compro os mantimentos e fecho-me. Lareira e velas acesas, gatos por perto, que até esses preferem a casa ao jardim por estes dias.
Este fim de semana, mais uma tempestade. Nada a que já não estejamos habituados. Muito vento e chuva. Alguns estragos pela ilha, mas, felizmente, nada que não se resolva com alguns dias de trabalho. Aproveitei para ficar por casa. Um fim de semana dedicado a mimos, leitura e comida caseira. Ficar em casa não é mau. Não se for uma opção. Não se estivermos bem. Por muito que custe a algumas pessoas perceber, gosto de espairecer em casa. 


Hoje, comecei o dia pela cozinha. Acordei cedo, porque o corpo se habituou. Quando não é o despertador a arrancar-me da cama, não me custa. Andava há dias a pesquisar receitas de barras de cereais, daquelas de ter no bolso quando a fome aperta a meio da manhã ou da tarde. Aproveitei as dicas que fui lendo por aí e sairam estas, bem saborosas e muito mais saudáveis do que as que compramos, cheias de açúcar e conservantes.

Barrinhas de aveia 
com coco e frutos secos
Ingredientes (para 12 barrinhas):
1 chávena* de tâmaras secas, descaroçadas
1 chávena de flocos de aveia 
1 chávena de coco
1/4 chávena de óleo de coco (como solidifica depois de arrefecer, ajuda a manter os ingredientes unidos)
1/4 chávena de xarope de ácer
arandos secos, sementes de abóbora e amêndoas laminadas a gosto

*250 ml de capacidade

Preparação:
Picar as tâmaras, num robot de cozinha. Misturar os restantes ingredientes, exceto as amêndoas, e colocar num tabuleiro de 15 cm X 15 cm, forrado com papel vegetal. Alisar bem, com uma espátula, calcando um pouco, e dispor as amêndoas laminadas por cima. Levar ao frigorífico 30 minutos. Cortar as barrinhas, envolvê-las em papel vegetal ou papel manteiga. Conservá-las no frigorífico e consumi-las ao pequeno-almoço, ao lanche ou quando o apetite o ditar.


Uma boa semana,

Ilídia

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Acerca de mim

A minha foto
O Acre e Doce é um blogue que celebra a vida de casa, principalmente os momentos passados à volta da mesa. É um blogue de coisas que nos fazem felizes, sejam uma refeição, um filme, um livro ou um ramo de flores frescas.