terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Raia

Acho que no fundo sempre tive algum preconceito. Aquele peixe que só via em documentários e nas nossas fotos do Oceanário causava-me desconfiança. Achava que não era de comer, só de ver. 
Um dia, vi-o na bancada da peixaria. E a vendedora convenceu-me. Explicou-me que era o preferido do marido, panado e frito. Leve, que não se vai arrepender. E não me arrependi. Mais um preconceito derrubado :) E é tão bom quando se derrubam preconceitos. Dos de comer e dos outros.

Raia panada

  
Raia (dois pedaços por pessoa)
Pasta de alho assado q.b. (usei desta) - Caso não tenha desta pasta, substitua por alho esmagado.
sal e pimenta q.b.
Pão ralado aromatizado com coentros q.b. (usei caseiro - num robot de cozinha, ou na Bimby, triturar pão duro, um raminho de coentros e dois ou três dentes de alho)
1 ovo batido
Farinha de trigo q.b.

Cinco ou seis horas antes, esfregar a raia com o alho assado e temperar com sal e pimenta. Reservar.
Colocar, em recipientes separados, farinha, o ovo e o pão ralado. Passar a raia pela farinha, depois, pelo ovo batido e, por fim, pelo pão ralado. Fritar em óleo bem quente dos dois lados. Deixar escorrer sobre papel absorvente. Servir com arroz malandrinho de tomate e salada verde.



8 comentários:

  1. Sempre gostei muito de raia e já não como há muito tempo. Fiquei com vontade...
    Obrigada pela sugestão!!

    ResponderEliminar
  2. Raia é o meu peixe preferido... nunca a comi desta forma, tenho que experimentar.... por norma faço cozida com molho de pitáu ou grelhada com batatinhas a murro....

    kiss

    ResponderEliminar
  3. Gosto muito de raia, por ser de carne branca ter pouca espinha pequena e de ter um sabor bem suave!!Aqui faço-a muitas vezes panada como tu, mas deixo-a de marinada de um dia para o outro ...
    Bjoka
    Rita

    ResponderEliminar
  4. Querida amiga,
    Pois por cá e muito apreciada. A forma que mais gosto e a que a Sofia indica, com molho de pitau, uma especialidade da figueira, que utiliza o fígado da criatura. Absolutamente delicioso. Panada nunca experimentei. Fiquei curiosa. Acho mesmo diferente...
    Um abraço,
    Guida

    ResponderEliminar
  5. A raia era um dos meus peixes preferidos. Exactamente por causa do molho de que a Guida fala: molho de pitau. Passava temporadas na Figueira, na altura. Aprendi a fazer e gostava imenso. Há uns dois anos, tive uma daquelas náuseas súbitas, por causa desse molho. Nunca mais comi raia. Mas adorei esta tua hipótese. Mesmo. Sem molho à vista:) Acredita que darei outra hipótese a este peixe. Graças a ti:)

    Um beijo grande!

    Mar

    ResponderEliminar
  6. Bom dia Ilidia,

    Gostei muito deste post!

    Aprendi coisas que não sabia.

    Não fazia ideia que se podia panar a raia e desconhecia a especialidade com o molho pitau, especialidade do Norte do país (parece-me que não é para o meu gosto, faz-me lembrar o arroz de cabidela. Preconceitos...)

    Aqui no Algarve o que já provei e gosto muito é de "alhada".

    Cozida com batata, azeite e muito alho.

    É de facto para respeitar a importância da comida: o que se pode aprender, partilhar, as memórias que ficam.

    Um beijo (grande, para conseguir atravessar o oceano) e votos de resto de uma excelente semana!

    Sandra Martins



    ResponderEliminar
  7. Excelente sugestão!
    Bom fim de semana
    Bjs, Susana
    Nota: Ver os passatempos a decorrer no meu blog:
    http://tertuliadasusy.blogspot.pt/2014/01/tronco-de-ano-novo-trunk-of-new-year.html
    https://www.facebook.com/Tertuliadasusy

    ResponderEliminar
  8. Ao contrário eu sempre gostei muito de raia. De alhada, em caldeirada... mas assim nunca fiz. Gostei muito da sugestão.

    http://www.pratocaseiro.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Acerca de mim

A minha foto
O Acre e Doce é um blogue que celebra a vida de casa, principalmente os momentos passados à volta da mesa. É um blogue de coisas que nos fazem felizes, sejam uma refeição, um filme, um livro ou um ramo de flores frescas.