quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Setembro num balde e um creme de abóbora com lima

Setembro num balde. Ainda tomates e malaguetas, mas já abóboras. Este mês, o verão passa o testemunho ao outono. 

Recolhe-se o mobiliário de exterior. Sente-se saudades dos churrascos no jardim e das caipirinhas. Mas pensa-se nos serões à lareira, com um copo de tinto. Olha-se para a horta, quase nua. É preciso vesti-la. Compram-se sementes, a pensar na coleção outono/ inverno. Os tomates escasseiam. Mas colhem-se as primeiras abóboras, depois de meses de vigília. 







As hortênsias secam. Mas a buganvília está em flor. 


Guardam-se os vestidos leves e floridos. Mas tiram-se as malhas e os casacos. A transição quer-se lenta, para não custar. E vai-se aproveitando o que cada estação tem de bom. E não é pouco. Não tarda nada, o ciclo completa-se mais uma vez. Não tarda nada, é verão outra vez.

Com a primeira abóbora do ano, um creme quente, que já apetece. A cortar a doçura da abóbora, o atrevimento da lima. Dois opostos que se atraíram e resultaram num casamento feliz.

Creme de abóbora com lima

1/2 abóbora manteiga (se for pequena, uma)
1 batata grande
1 alho francês grande
1 colher de sopa de azeite
1/2 lima
sal q.b.
água

Preparação na Bimby:
Coloca-se no copo o alho francês, cortado em pedaços, e o azeite e pica-se 5 segundos, na velocidade 5. Refoga-se 5 minutos, a 100 graus. Junta-se a abóbora e a batata, cortadas em pedaços, tempera-se com sal e cobre-se com água. Programa-se 25 minutos, velocidade 1, 100 graus. No fim, espreme-se a lima e tritura-se tudo. 

Preparação tradicional:
Corta-se o alho francês em pedaços e refoga-se no azeite. Junta-se a abóbora e a batata, cortadas em pedaços, tempera-se com sal e cobre-se com água. Deixa-se cozer, em lume brando. No fim, espreme-se a lima e tritura-se tudo. 

E saboreia-se, cá dentro, enquanto se espera que as primeiras folhas caiam.

34 comentários:

  1. Que maravilha Ilidia. Adoro o Outono e já tinha saudades desta estação que é a minha preferida. Abóbora e lima, uma boa aposta. Tenho que testar isso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma boa aposta, mesmo. A ideia da combinação veio do Dicionário de sabores. Como sempre recorro a ele antes de fazer as minhas experiências. E tem resultado sempre.
      Beijos

      Eliminar
  2. Cada estação tem as suas cores e odores.Adoro o Outono!
    Este creme é um bom principio...
    Bjoka
    Rita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O outono é, quanto a mim, a estação mais bonita e poética. Adoro tudo o que com ele se relaciona.
      Beijos

      Eliminar
  3. Que lindas abóboras tens!!! Eu também já ando a comer abóboras do meu quintal já algum tempo, daquelas que comprámos no BX uma espécie diferente. Por acaso ainda não tive tempo de partilhar, falta de tempo :).
    O pior é que se passou o verão e não estivemos juntas como planeámos, não devemos deixar passar muito mais tempo.
    Gostei da tua sopinha, também vou começar com as minhas... estou precisando ;)

    Beijos grandes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quero umas sementinhas dessas, menina ;) Sou fascinada por abóboras e gosto de colecionar espécies diferentes. E quando vires coisas dessas no BX, lembra-te de mim. O meu irmão é um despistado, nunca vê nada :)
      Beijos

      Eliminar
  4. Ilídia,

    Um texto magnifico, fiz consigo esta viagem entre Verão e Inverno e deliciei-me com as suas fantásticas fotos !
    Adorei !

    A receita parece-me excepcional pelo contraste de sabores, o meu paladar ficou curioso com o toque da lima no creme de abóbora...

    A aparência ficou excelente !

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada :)
      O lima resulta muito bem com a abóbora. Não se percebe que lá está, mas nota-se que há alguma coisa diferente. "Corta" a doçura da abóbora.
      Beijinhos

      Eliminar
  5. Que combinação fantástica! :-)Deve estar uma sopa bem saborosa! Parabéns pelas lindíssimas fotos.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Gosto de te ler Ilídia, cada vez mais :)
    Por cá o verão ainda apetece, está calor e apetece prolongá-lo ao sabor da minha vontade. mas também adoro o Outono, com todo o aconchego que ele pede. As abóboras também já estão apanhadas, aguardam assados e sopas (e bolos...eu sei que tu andas a resistir às tentações!!) e cada estação tem a sua beleza.
    Gosto deste teu creme com o contraste da lima.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, querida. Eu também gosto de te ler :) E de ver as tuas fotografias, que estão cada vez mais bonitas. Tal como tu, também adoro o outono. E fiz um bolo ontem. Não de abóbora, mas de batata doce, também da horta :) Só o provei. Mas gostei tanto de o fazer. Deu-me prazer na mesma. Mesmo sem o comer :)
      Um beijo

      Eliminar
  7. excelente proposta. Gosto muito do contraste da lima.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Experimente, Tiago. Fica mesmo bom :)
      Beijinhos

      Eliminar
  8. Olá! Com textos assim, é impossível não tecer comentários carinhosos!
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  9. olá.
    Também sou da terceira e acompanho o blog já algum tempo, sem nunca ter comentado...Adoro as sugestões, os textos e as fotografias.

    Escrevo pela primeira vez poruqe fiqui curiosa com as novas sementes... o que plantar nesta época do ano? sem o calorzinho do sol, com as chuvas mais intensas e o frio, o que irá nascer e enriquecer a nossa mesa? se quiseres partilhar, adoraria saber, pois também tenho a minha horta e dela recolho maravilhas...

    obrigada, bj
    tania

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Tânia.
      Antes de mais, obrigada pelas suas palavras em relação ao meu blogue.
      Em relação às sementeiras, quero que fique bem claro que não sou nenhuma especialista. Tenho a ajuda do meu pai e vamos fazendo umas experiências. Umas resultam, outras não. Para pôr na terra já (quando o tempo deixar - íamos fazê-lo amanhã, mas com a "Nadine" aí, não me parece :), comprei ervilhas tortas, grelos de Santiago, couves de Bruxelas, couve-flor, cebola roxa e 2 tipos de alface ("parella rossa" e "Goccia d'Oro). O meu pai comprou plantio de couve lombarda, coração e galega a um senhor em S. Sebastião, à beira da estrada. Este ano, vou experimentar cultivar cenouras em vasos, num sítio resguardado. Se o inverno for ameno, pode ser que tenha sorte. Em vasos, na churrasqueira, protegidos do vento, tenho salsa, coentros, estragão, cebolinho e manjericão. Também tenho na terra, mas gosto de ter uns vasinhos à mão.
      Espero ter ajudado.
      Um beijinho

      Eliminar
  10. O Outono é a minha estação preferida. Pelas cores quentes, os dias mais frescos, por tudo o que nos traz. Acredito que a lima deve ter feito toda a diferença. Bom fim semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fez, sim, diferença. Se calhar, da próxima, experimento pôr mais um pouco, para ver como fica.
      Beijinos

      Eliminar
  11. Oi Llidia, que receita deliciosa.Mais deliciosas ainda são suas palavras expressando as maravilhas da narureza.É sempre um poema seus textos.Adoro suas imagens completando suas palavras.Beijos querida e um ótimo final de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Léia, muito obrigada pelas suas palavras.
      Desejo-lhe um domingo excelente.

      Eliminar
  12. Começa hoje, o Outono. Mas se soubesses o calor que está aqui. Sufocante. Custa imenso não poder usar vestidos curtos. A profissão obriga um bocadinho a determinados preceitos:)
    Fiquei curiosa com esta possibilidade de associar lima a abóbora. A ver se experimento quanto antes. Mesmo que aqui ainda não seja Outono. Mas já queria que sim. Dar aulas o dia todo com calor é uma daquelas doses. Principalmente em cima de saltos de 16 centímetros:) Os meus alunos manifestaram uma certa curiosidade em relação ao tamanho dos saltos dos meus sapatos de hoje:)

    Um beijo de bom fim-de-semana.

    Mar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por aqui, o outono parece já ter chegado. Para o receber, uma tempestade tropical (bem mais violenta do que o Gordon). Mas está tudo bem, só uns estragos no jardim. Pelo menos, já não me custa deixar os vestidinhos de verão em casa :) Quanto aos saltos, também dou aulas com os meus :) Quase toda a gente opta por sapatos confortáveis, menos eu. Sinto-me só :) Se estivesses aqui, já éramos duas :)
      Um beijo e um bom domingo para ti.

      Eliminar
  13. Adoro sopas diferentes, uma pratinho de sopa a beira da lareira em dias bem frios...é tão bom.
    A mistura da abóbora com a lima deve ser fantástica


    beijinhos

    cookaddicion.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também já estou com saudades da lareira :) O verão não é mesmo a minha estação preferida ;)
      Beijinhos

      Eliminar
  14. Que delícia, tenho de experimentar, que o meu namorado adora sopas de abóbora,
    já eu adorei o pormenor das pevides, que tanto me aprazem!
    beijinhos,
    Inês

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Experimenta, sim. Fica uma delícia.
      Beijinhos

      Eliminar
  15. Não podia concordar mais! Queria mais uns dias de calor, mas não me parece que seja servida.

    Gostei muito do creme, mas deixa-me adiar um bocadinho essas receitas. Tentar manter o verão na cozinha mais uns dias que seja.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por aqui, os dias também têm estado bons. Hoje, voltei a usar sandálias :) Mas gosto da chegada do frio, ao contrário da maioria das pessoas.
      Beijinhos

      Eliminar
  16. Que soca gostosa, calhava mesmo bem num dia como o de hoje assim chuvoso. beijos

    ResponderEliminar
  17. Concordo em absoluto, que palavras lindas e que sopinha maravilhosa!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Acerca de mim

A minha foto
O Acre e Doce é um blogue que celebra a vida de casa, principalmente os momentos passados à volta da mesa. É um blogue de coisas que nos fazem felizes, sejam uma refeição, um filme, um livro ou um ramo de flores frescas.