segunda-feira, 25 de abril de 2016

A minha lasanha rápida

Apesar de já terem aparecido por aqui lasanhas mais aprumadas, nem sempre há tempo para esse aprumo que requer paciência e tempo. Se há dias em que apetece fazer a massa em casa, outros há em que temos de arranjar uns atalhos que nos permitam ter comida na mesa a horas. Esta receita é tão simples que a faço mesmo em dias de semana, depois de chegar do trabalho. A base é do mais fácil que há. É a da receita da mãe do Tony Bennett. Há uns anos, comprei este livro em que estrelas da música apresentavam as suas melhores receitas de família. E o Tony Bennett escolheu a lasanha da mamma, filha de emigrantes italianos. O que me cativou logo foi o facto de não se adicionar qualquer tipo de gordura à carne. São os sucos da cebola misturados com os da carne que criam um molho com um sabor muito especial. A estes, junta-se molho de tomate, que até pode ser comprado feito (em dias de mesmo muita pressa, uso q.b. Italiano). Folhas de massa, queijo e béchamel com abundância, e temos na mesa um jantar que arranca sorrisos e huns. Faço-a muitas vezes. E deixo fotografias de dois jantares diferentes, que estavam guardadas, à espera da sua vez.

Lasanha de carne 


Ingredientes para 6-8 pessoas:
1 embalagem de massa para lasanha
500 g de carne de vaca, picada
500 g de carne de porco, picado
2 cebolas médias, picadas

Para o molho de tomate:
1 lata de tomate picado, de 800 g
4 colheres de sopa de azeite
4 dentes de alho, picados
1 colher de chá de açúcar
sal e pimenta a gosto

Para o molho Béchamel:
750 ml de leite
75 g de farinha de trigo
30 g de manteiga
sal, pimenta e noz moscada a gosto

200 g de queijo mozzarella, ralado
orégãos a gosto


Preparação:
Cozer a massa, conforme as instruções da embalagem.
Num tacho largo, colocar as carnes e a cebola, misturadas. Deixar cozinhar, em lume brando, até a carne estar acastanhada e se ter formado algum molho.
Entretanto, tratar do molho de tomate (ou abrir o frasco de q.b. italiano) e do béchamel.
Molho de tomate:
Numa panela, aquecer o azeite e os alhos. Juntar o tomate, o açúcar, o sal e a pimenta. Deixar cozinhar, em lume brando, mexendo de vez em quando, cerca de 15 minutos. Retificar os temperos e reservar.
Molho béchamel:
Derreter a manteiga num tacho. Juntar a farinha e mexer, com uma vara de arames, até esta estar cozida. Misturar o leite, aos poucos, mexendo sempre com a vara de arames, para que não se formem grumos. Temperar com sal, pimenta e noz moscada e continuar a mexer, até obter um creme.

Misturar bem a carne com o molho de tomate. Retificar os temperos e reservar.

Montagem da lasanha:
Untar uma assadeira com um pouco de manteiga. Depois, colocar, por esta ordem, uma concha de carne, uma de molho béchamel e massa. Repetir, pelo menos três vezes. Terminar com uma camada de molho béchamel. Polvilhar com queijo ralado e finalizar com orégãos. 
Levar a lasanha ao forno a 220 graus, coberta com papel de alumínio, cerca de 35-40 minutos. Destapar e deixar dourar, mais 10 a 15 minutos.
Deixar arrefecer. Normalmente, a nossa nunca arrefece muito. Mal sai do forno, os homens da casa começam a rondar e acabo por a cortar sempre muito quente. Mas tentem ser mais pacientes do que nós e esperar alguns minutos antes de lhe enfiar a faca.



A acompanhar a lasanha, Tonny Bennett e Natalie Cole. Uma dupla que se ouve sempre com prazer.


9 comentários:

  1. Não há mal nenhum em ter atalhos na cozinha! Aliás, é muito melhor do que ir comer comida de "plástico" fora de casa! Fico surpreendida quando alguém me diz que não tem tempo para cozinhar certas coisas e que por isso acaba por comer sandes, pizza, ou outra coisa qualquer! Há tantas comidas fáceis, rápidas e deliciosas! Eu também tenho uma versão de lasanha rápida e uma lasanha mais saudável para aqueles dias em que me apetece uma lasanha ultra rápida e sem dar uma facada na dieta! Eu também uso molho q.b italiano, experimentei há muitos anos recomendado por uma amiga e nunca mais comprei outro! Geralmente faço os molhos em casa mas tenho sempre um q.b. italiano na despensa para quando não há tempo! A tua lasanha está com tão bom aspeto que ninguém diria que é uma lasanha rápida! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem sempre há tempo ou paciência para passar horas na cozinha, por isso, nem sempre podemos fazer os pratos de raiz. De vez em quando, gosto de fazer lasanha com massa e molho caseiros, mas, na maior parte dos dias, tem de ser esta, com alguma batota ;)

      Beijinho,

      Ilídia

      Eliminar
  2. Hummm que bom aspecto ;) Parabéns pelo cantinho bonito! Vou acompanhar :)

    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Cláudia. Volte sempre.

      Beijinho,

      Ilídia

      Eliminar
  3. Tem um aspecto super, super apetitoso. Humm..
    Bom fim-de-semana!! :)

    http://bimbysaboresdavida.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Tânia.

      Uma boa semana.

      Beijinho,

      Ilídia

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Acerca de mim

A minha foto
O Acre e Doce é um blogue que celebra a vida de casa, principalmente os momentos passados à volta da mesa. É um blogue de coisas que nos fazem felizes, sejam uma refeição, um filme, um livro ou um ramo de flores frescas.