segunda-feira, 19 de maio de 2014

O meu tahini

Numa tarde de sábado, daquelas em que apetece cozinha, lembrei-me de pesquisar no Google homemade tahini. Apareceu-me um número considerável de receitas, todas bastante semelhantes. Para minha surpresa, é inacreditavelmente simples de fazer. E bem económico. Apenas sementes de sésamo e azeite. Impressionante como de umas sementinhas aparentemente sem graça pode resultar um sabor tão intenso. Parece-me que nunca mais deixo de ter um frasquinho no frigorífico.

Tahini



1 chávena de sementes de sésamo + 4 colheres (de sopa de azeite)
Numa frigideira, tostar as sementes de sésamo, agitando a frigideira de vez em quando, para que não se queimem. Num robot de cozinha, colocar as sementes e o azeite e triturar, até obter uma pasta. Se necessário, juntar mais azeite. 


Próxima receita: Baba Ghanoush, com o meu tahini ;)

20 comentários:

  1. Olá Ilídia:

    Se soubesses como me sinto ignorante:) Nunca tinha visto esta palavra. Deve ser bem linda de dizer e tudo. E estou curiosa, para ver as aplicações desta palavra de guardar no frigorífico. Fico à espera:)

    Um beijo de boa semana.

    Mar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Soa bem, realmente :) Tahini. Só o usei ainda em hummus e baba ganoush, um paté de beringela. Tenho as fotos, mas estou muito cansada para fazer o post. Mas prometo que o publico ainda esta semana :) Talvez amanhã.

      Um beijo,
      Ilídia

      Eliminar
  2. Fantástico! Não imaginava que fosse assim tão simples... Além de caro, nem sempre se consegue arranjar. Vou levar a receita comigo :) Obrigada pela partilha! Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também não. Foi a dificuldade em encontrá-lo à venda que me levou a procurar a versão caseira. E é mesmo simples. E barato, o que é muito importante :)

      Um beijinho,

      Ilídia

      Eliminar
  3. Muito simples! Obrigada pela receita :)
    Beijinhos
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Tenho mesmo que experimentar. Eu uso de compra e sendo assim tão facil de fazer nao faz sentido comprar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo. Acho que não volto a comprar :)

      Eliminar
  5. é super fácil, não é? Eu até tenho feito só com as sementes, e resulta muito bem.

    ResponderEliminar
  6. Olá Ilídia
    Só tu para te lembrares de fazer o tahini em casa. Bem lembrado, até porque por aqui não é fácil de encontrar e o preço é pouco simpático. Para mim é obrigatório no hummus. Vamos então fazer um frasquinho?!
    Abraço,
    Guida

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabes que quando estava a escrever o post me lembrei de ti? Achei que era a tua cara este tahini caseiro, apreciadora de hummus como és. Experimenta esta versão caseira. E depois conta, sim?

      Beijo,

      Ilídia

      Eliminar
  7. Hello my dear :) Ficou lindo, e tão simples...quem diria ?! Comprei enquanto estive em Lisboa, já fiz hummus varias vezes, não tarda nada o frasquinho tá vazio !. Olha que a prima aqui, não se equeceu de ti, durante ás comprinhas....tem uma encomenda para ti ;) bjoos~Diana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hello, my friend. Tenho-me lembrado de ti. Passo na tua casa sempre a correr. Tenho de entrar um destes dias :) Ou, melhor ainda, combinar um almoço.
      Estou curiosa em relação a essa encomenda :) "Cheira-me" a mercado asiático ;)
      Em relação ao tahini, faz. Fácil, fácil.

      Beijos,
      Ilídia

      Eliminar
  8. Ora bem!!
    O meu processador de alimentos não é muito potente, mas quero ver se experimento um dia.
    Adoro no hummus e para fazer com molho de iogurte nos falafels.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Inês,

      acho que mesmo um processador "normal" faz bem o serviço. As sementinhas não são assim tão robustas :) Experimenta.

      Um beijo,

      Ilídia

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Acerca de mim

A minha foto
O Acre e Doce é um blogue que celebra a vida de casa, principalmente os momentos passados à volta da mesa. É um blogue de coisas que nos fazem felizes, sejam uma refeição, um filme, um livro ou um ramo de flores frescas.