segunda-feira, 14 de maio de 2012

Doce de nêspera (no tacho :)

Apesar de a nêspera ser um fruto muito abundante nas nossas ilhas, na minha família não há nenhuma nespereira (as minhas ainda são bebés, inférteis, portanto). Nas férias da Páscoa, o meu amigo Duarte perguntou-me se queria algumas. Respondi-lhe logo que sim. Andei com ele a colhê-las e prometi-lhe que lhe daria um frasco de doce (o maior que veem na foto foi para ele :). No dia seguinte, andei a pesquisar receitas. Inspirada nas que vi, fiz o meu próprio doce. Adicionei canela, cardamomo e cravinho. (Noutra vida, devo ter andado em naus, carregadas de especiarias, tal é o meu gosto por tudo o que sirva para aromatizar comida :) Confesso que ainda olhei para a Bimby, mas resisti. Fiz o doce no tacho. À moda antiga. Mexi, vigiei, provei, fiz o teste para ver o ponto. E soube-me tão bem. 


850 g de nêsperas (pesadas já depois de descaroçadas)
850 g de açúcar
3 paus de canela
4 bagos de cardamomo (só as sementinhas)
5 cravinhos da Índia


Lavei as nêsperas, cortei-lhes as extremidades, retirei-lhes o caroço e cortei-as a meio.

Com a varinha mágica, triturei-as um pouco (não muito, pois gosto de sentir os pedacinhos de fruta). Levei-as ao lume, com o açúcar e as especiarias. Deixei cozinhar, em lume brando, mexendo de vez em quando. Retirei do lume quando atingiu ponto estrada (para fazer o teste, ponha uma porção de doce num prato frio e passe uma colher. Se ficar uma estrada, que deixe ver o fundo do prato, está no ponto).
Entretanto, fervi os frascos e pu-los a escorrer sobre um pano de cozinha (tendo o cuidado de não tocar com os dedos no interior). Distribuí o doce pelos frascos, tapei-os e virei-os ao contrário, para formar vácuo. Com restos de papel de embrulho e ráfia, decorei os frasquinhos.

19 comentários:

  1. A minha primeira reação foi :D
    Tu és demais... com que então, a viajar pelo mundo numa nau carregada de especiarias, loolll...
    Adorei as fotos, até a dos caroços! Quanto ao doce, devo dizer-te que ainda não abri o frasco grande, mas depois desta descrição, no próximo fim de semana, ao pequeno almoço, não me/nos escapa ;)
    Um beijo meu e outro do Duda.
    Maria

    ResponderEliminar
  2. Ilídia, o doce está com ótimo aspeto! Por cá abundam as nêsperas e algumas já tiveram o seu fim no tacho mas apesar de mexer e verificar o ponto, deixei-o passar num ápice! Tenho de repetir a experiência. Gostei da sua receita.

    ResponderEliminar
  3. Olá Ilídia,
    Bem confesso que nunca passou-me pela cabeça fazer doce de nespera... mas deve ficar delicioso! =)
    As fotos estão lindas! Beijo

    ResponderEliminar
  4. Olá Ilídia, o teu doce ficou com um ponto perfeito, a cor denuncía bem, os
    aromas que "habitam" nesses frasquinhos. Sou também, uma grande fã, de especiarias, fascinam-me!!!
    Gostei muito da tua visita, obrigada:)
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  5. Que linda cor. Acho que nunca provei doce de nêspera (ou magnório, como chamamos aqui). Mas deve ser bom, pelo menos eu adoro o fruto!

    ResponderEliminar
  6. Também tenho um fascinio por especiarias. Não resisto e deitar nos meus cozinhados. Os teus frasquinhos ficaram muito mimosos e aposto que o doce ficou ainda melhor :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Ficou com uma cor tão bonita o teu doce!

    ResponderEliminar
  8. Este doce ficou com uma cor tão linda que apetece comer à colherada! :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Iliada, como gosto de fazer doces em casa! :))) Não sou de colocar muitas especiarias, mas não prescindo da canela e de, por vezes, a baunilha. Inicialmente fazia na Bimby, mas como faço logo quantidades maiores, por vezes escorria para fora e chateava-me, acabava por transferir para una panela. Agora a título de precaução vai logo para a panela, que o trabalho de mexer também não é assim nada do outro mundo. E dá um prazer enorme, mexer o doce a borbulhar e aspirar os aromas da fruta! Está lindo o teu doce, e muito gostoso concerteza :)

    ResponderEliminar
  10. Deve estar uma delícia!!! E com essas especiarias todas, ainda melhor!!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Ilídia,
    Canela, cardamomo e cravinho, só te falta o gengibre. Noutra vida deves ter sido sueca e passado os teus dias a fazer bolachinhas :)
    Quem me dera umas nêsperas, é coisa que nunca vi por aqui. A ideia do doce é óptima e quase lhe adivinho o sabor e aroma.
    Espero que o trabalho esteja a correr bem.
    bjs e cumprimentos aos teus homens.

    ResponderEliminar
  12. Ilídia,
    que boa ideia :)
    Adoro nêsperas e a minha nespereira fica sempre carregadinha!
    E tal como tu, adoro especiarias. Boa escolha.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  13. Olá Ilídia,
    Aqui pelo norte de Portugal as nêsperas começam agora a ganhar cor!
    O teu doce ficou com uma cor maravilhosa e as especiarias derem-lhe um toque muito especial...tem que estar muito bom.
    Tens um blogue muito interessante.
    Bjs

    http://www.facebook.com/pages/No-reino-da-Pr%C3%BAssia/281260095217843

    ResponderEliminar
  14. Adorei o blog, que delicia
    Estou seguindo, conhece meu blog e se gostar fique a vontade para seguir =]

    http://www.extremamentevaidosas.blogspot.com.br

    kiss

    ResponderEliminar
  15. Que lindo doce de nêsperas ! Gosto muito da cor e da textura que parece ter, assim espesso. humm ! Aqui não é muito comum mas fico com vontade de experimentar ! A ver se arranjo quem me forneça a matéria prima ;)

    Um beijinho !
    Catarina

    ResponderEliminar
  16. Ilidia, nunca fiz nem provei doce de nesperas, mas a julgar pelo aspecto e pela cor fantástica do teu, só pode ser uma boa sugestão. E muito aromático!
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  17. Tenho a árvore carregada de nêsperas e decidi fazerr doce mas estava a pensar deixar a pele no fruto e tirar só o caroço, senão é uma trabalheira. Pelas fotografias, parece que não haverá problema. Muito bom aspecto tem o seu doce!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, Sara. Não há problema. A pele amolece e praticamente não se nota. E se triturar mais um pouco com a varinha, mais ainda :)

      Um beijinho,

      Ilídia

      Eliminar
  18. Ficou mágico, assim como sua varinha...bjd

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Acerca de mim

A minha foto
O Acre e Doce é um blogue que celebra a vida de casa, principalmente os momentos passados à volta da mesa. É um blogue de coisas que nos fazem felizes, sejam uma refeição, um filme, um livro ou um ramo de flores frescas.