sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Fotografar

Sair para fotografar é sair à procura de beleza. Beleza nas suas mais diversas formas. Uma flor, um rosto, uma casa, uma folha seca, um caco partido e esquecido no chão. Há muito que não saía de propósito para fotografar. Desde o entusiasmo que se seguiu ao curso de fotografia que fiz em 2011. Desde então, vou tirando fotografias, de forma pouco programada, aos meus pratos, aos meus rapazes, aos meus animais e pouco mais. 
Uma das sobrinhas do meu marido, fotógrafa profissional, veio passar uns dias connosco. Andou pela ilha, de câmara ao ombro, a fotografar. Na quarta-feira, acompanhei-a. Um dia de aventuras, por lugares mais ou menos conhecidos. Saímos de manhãzinha, para aproveitar o dia. Muitas caminhadas a pé, no meio do mato. Um piquenique improvisado, no meio de um pasto. O dia, frio mas luminoso, ajudou. Ao longe, as silhuetas de mais três ilhas: S. Jorge, à frente; atrás, a imponência do Pico; um pouco mais afastada, a Graciosa, que já foi a minha casa. Talvez por ser da Praia da Vitória, de onde não é possível vislumbrar nenhuma das nossas vizinhas, nunca deixo de me impressionar com este cenário. 

O post de hoje não é só meu. Apenas a última fotografia é minha. Todas as outras são da Ana, que me autorizou a partilhá-las aqui.










10 comentários:

  1. lindas fotos!
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Susana. Em meu nome e no da minha sobrinha ;)

      Eliminar
  2. Que imagens tão belas!
    Basta estar atento e olhar, não só ver, o mundo à nossa volta!
    Desejo muitas saídas inspiradas com a tua lente, para poderes captar os detalhes todos das coisas bonitas...
    Um beijo
    Babette

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De câmara na mão, vemos ainda mais. Estamos constantemente à procura de beleza. E às vezes ela está onde menos esperamos.
      Não sei se sairei tão cedo para fotografar. Pelo menos, não um dia inteiro :) Mas sim, continuarei a procurar coisas bonitas. Com ou sem lente.

      Um beijo,

      Ilídia

      Eliminar
  3. Que lindas fotografias! Aproveita bem as dicas da sobrinha.
    Bjocas
    rosa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sobrinha já foi. Mas ensinou-me uns truques ;)

      Beijos,

      Ilídia

      Eliminar
  4. Lindas, as fotografias. As tuas e as da tua sobrinha. Muito cheias desse verde-benção daí. E de horizonte. Tiveste um pretexto muito lindo para sair. Cheio de uma luz irrepetível. Pelos vistos, no dia daquele inconcebível em Paris.

    Um beijo grande.

    Mar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foram dias bons. Com a nossa sobrinha de 20 anos, que levou as aliança no nosso casamento. Gostei muito de passar este dia com ela. É uma miúda muito especial. A assombrá-lo, as notícias de Paris. Ela tinha acabado de tirar a terceira foto, quando chegámos ao carro e eu recebi a notícia no telemóvel. Inacreditável. Seguimos caladas, sem acreditar bem. Mais um abalo no nosso mundo.

      Um beijo,

      Ilídia

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Acerca de mim

A minha foto
O Acre e Doce é um blogue que celebra a vida de casa, principalmente os momentos passados à volta da mesa. É um blogue de coisas que nos fazem felizes, sejam uma refeição, um filme, um livro ou um ramo de flores frescas.