sábado, 30 de agosto de 2014

Beringelas

O texto de hoje poderia ser igual a esteapenas substituindo courgettes por beringelas. Os sentimentos são semelhantes, embora ainda ache as beringelas mais encantadoras.
As beringelas são daqueles legumes que têm tudo: são bonitas, saborosas, nutritivas e pouco calóricas. 
Este ano, cultivei-as pela primeira vez. Encomendei uma mistura de sementes. Semeei-as e cuidei delas, com carinho. Todos os dias as punha ao sol, de manhã, e as recolhia, ao final da tarde. Quando chegou a altura, transplantei-as. Apesar de tudo, devido à sementeira tardia, as esperanças de ter beringelas este ano eram poucas. 
Quando cheguei de férias, na primeira visita à horta, vi a primeira, quase no ponto. Esperei pacientemente até que estivesse pronta. Usei-a nesta receita, juntamente com uma da horta da minha cunhada. E agora há mais, pequeninas. De três espécies diferentes. Duas delas, apenas decorativas, pelo que percebi. Um dia destes, hão de aparecer por aqui a enfeitar uma mesa.




Esparguete com beringelas - Pasta alla norma
(Ligeiramente adaptado de Jamie's Italy, de Jamie Oliver)


Ingredientes para duas pessoas:
1 beringela grande (usei duas, pequenas)
azeite virgem extra
1/2 colher (de sopa) de orégãos secos
1/2 malagueta, picada
4 dentes de alho, descascados e cortados em rodelas finas
1 raminho de manjericão (os talos picados e as folhas reservadas)
1/2 colher de chá de vinagre de vinho branco
1 lata de tomate pelado (400 g)
200 g de esparguete
75 g de requejião


Preparação:
Cortar as beringelas em quartos, no sentido longitudinal. Depois, cortá-las em fatias da largura de um dedo.
Numa frigideira larga, não aderente, com um pouco de azeite, fritar os pedaços de beringela, até que fiquem dourados de todos os lados, e polvilhá-los com um pouco de orégãos. Juntar a malagueta, um pouco de azeite, o alho e os caules de manjericão. Mexer, em lume brando, 3-4 minutos, juntar o vinagre e o tomate pelado (mais ou menos picado, conforme o gosto). Deixar cozinhar, em lume brando, 10 a 15 minutos, e temperar com sal e pimenta. Juntar ao molho metade das folhas de manjericão e mexer. 
Cozer o esparguete, segundo as instruções do pacote. Quando estiver al dente, escorrer a água (reservar um pouco) e levar de novo ao lume. Juntar o molho e a água reservada e mexer um pouco, sobre o lume. Retificar os temperos. Dividir por dois pratos e finalizar com requeijão esfarelado e folhas de manjericão. 




8 comentários:

  1. Eu sou mais pelas courgettes, mas acho que as beringelas são mais bonitas, naqueles tons violeta. E é muito lindo que os teus cuidados tenham tido este resultado. Adorei a sequência dessa massa. E ainda mais a imagem, que fiquei com um bocadinho de fome e tudo:)

    Um beijo.

    Mar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ficou muito saborosa, esta massa. Gosto destas versões sem carne ou peixe. Esta vai ser para repetir muitas vezes :)

      Um beijo,

      Ilídia

      Eliminar
  2. Mais coincidências das boas! Adoro beringela (mais ainda do que courgette) e acho que a combinação perfeita é mesmo com tomate e requeijão ou ricotta. Uma delícia! Entretanto, os meus pais estiveram de férias na Sicília, tendo tomado conhecimento da receita e da história por detrás da pasta alla norma. Claro que vieram e pediram-me a receita. Andei a investigar, claro está, e optei por uma muito parecida com esta ;)
    Beijo grande!
    Babette

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma combinação mesmo italiana. Tens de partilhar a tua receita e, já agora, a história do prato ;)

      Um beijo,

      Ilídia

      Eliminar
  3. Tão bonitas! Quem me dera ter espaço p beringelas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se puseres um pé num vaso, resulta. Crescem pouco e dá para cultivar em varandas ;)

      Um beijo,

      Ilídia

      Eliminar
  4. Adoro as cores da beringela e nesta parecem ainda mais sinceras e naturais.
    Passei só para deixar um beijinho de parabéns atrasado que não chegou no dia devido...
    Um beijo.
    Vera

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Vera.

      Um beijo para ti também :)

      Ilídia

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Acerca de mim

A minha foto
O Acre e Doce é um blogue que celebra a vida de casa, principalmente os momentos passados à volta da mesa. É um blogue de coisas que nos fazem felizes, sejam uma refeição, um filme, um livro ou um ramo de flores frescas.