terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Um pouco de exotismo

Vejo pouca televisão. Nas últimas férias, porém, vi alguns programas de culinária no 24Kitchen. Gosto especialmente de Simple Suppers, do Nigel Slater. Gosto da forma saudável como encara a comida,  sem fundamentalismos nem pretensiosismos. Num dia, um bife mal passado, noutro, um prato vegetariano. O importante é o equilíbrio e a diversidade. Identifico-me com a sua maneira de cozinhar e com os alimentos "da horta para o prato". Gosto do prazer que tem ao comer e de o ouvir, com a sua pronúncia britânica, chamar "naughty" às receitas mais pecaminosas.
Num dos seus programas, fez esta sopa. Certifiquei-me de que tinha todos os ingredientes e corri para o fogão. O resultado foi uma sopa rica, quente e fresca ao mesmo tempo. Picante, mas com os coentros e a erva-limão a deixarem uma sensação de frescura no final. 

Sopa tailandesa

Ingredientes:
1 pedaço de gengibre de 4 cm, aproximadamente, descascado e picado de forma grosseira
1 malagueta vermelha, sem sementes e cortada grosseiramente
1 talo de erva-limão, sem as camadas exteriores, picado
2-3 dentes de alho, descascados
1 raminho de coentros frescos (reservar algumas folhas para decorar)
óleo vegetal q.b.
1 colher de sopa de sementes de coentros
1 colher de chá de açaflor (ou açafrão das índias)
1/2 litro de caldo de legumes
2 mãos cheias de noodles
400 ml de leite de coco
1 mão cheia de camarão (não tinha, por isso, usei miolo)
molho de peixe tailandês (não usei)

Num robot de cozinha, faça uma pasta como gengibre, a malagueta, a erva-limão e os coentros (se estiver muito seca, junte-lhe um fio de óleo vegetal).
Num tacho largo, coloque a pasta e deixe cozinhar alguns minutos, para libertar os aromas, mexendo com frequência.
Num almofariz, esmague as sementes de coentros e junte-as à pasta, assim como o açaflor e o caldo. Deixe fervilhar durante alguns minutos.
Entretanto, coza os noodles, segundo as instruções do pacote (4 a 5 minutos) e reserve-os.
Acrescente à sopa o leite de coco e deixe ferver. Reduza o calor e deixe fervilhar mais alguns minutos, enquanto retira o "fio" preto ao camarão, com a ponta de uma faca (como usei miolo de camarão, não tive de o fazer). Acrescente os camarões à sopa e cozinhe-os durante 2 a 3 minutos, ou até terem um tom rosado. Acrescente umas folhinhas de coentros e umas gotas de molho de peixe tailandês, se tiver.
Divida os noodles pelas tigelas de sopa e sirva imediatamente.
Em vez de camarões, pode usar frango, vieiras, cogumelos, etc..

28 comentários:

  1. Tem o ar exótico e delicioso que, certamente, corresponde ao sabor na perfeição.
    Beijinhos

    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Corresponde mesmo, Susana. Não desilude.
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Gosto imenso de programa de culinária, creio que em quase todos se consegue aprender alguma coisa!
    Gostei da tua sugestão, bem apetitosa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida que se aprende sempre alguma coisa. Um truque, uma nova combinação. Mesmo que não reproduzamos a receita, há sempre algo que fica e que vai acabar por ser útil, por nos enriquecer.
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Olá Ilídia
    Também gosto muito do Nigel e da sua cozinha. O primeiro livro de culinária do ano é o 2º volume dos Diários dele, para juntar ao 1º.
    A sopa é muito semelhante a uma que a Suzana publicou e que repliquei no brunch de sábado. Adorei, mas as meninas, apesar de gostarem muito de camarão e milho, não apreciaram. Talvez a doçura excessiva do coco.
    A tua ficou muito, muito bonita (lindas fotos!)
    Um abraço
    Guida

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu vi a sopa da Suzana e também a achei parecida com esta.
      O Manel também não a comeu, pois é demasiado picante para ele.
      Um bom fim de semana.
      Um abraço

      Eliminar
  4. Que combinação fantástica!!Essa sopa tem um ar delicioso, delicado mas também potente...
    Bjoka
    Rita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É, realmente, uma sopa delicada e potente ao mesmo tempo :)
      Beijinhos

      Eliminar
  5. Tem um excelente aspecto!
    Eu também gosto muito de o ver a cozinhar e da forma apaixonada com que ele fala da comida.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que acima de tudo é mesmo a forma como fala da comida que nos cativa.
      Beijinhos

      Eliminar
  6. Que aspecto apetitoso...deve ser uma tentação essa sopa!
    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada. É uma tentação, sim :) Mas uma tentação que até é saudável :)
      Beijinhos

      Eliminar
  7. Oh optima, só de olhar e ver a lista de ingredientes dá vontade! Tb já vi alguns episodios dele e de facto o senhor tem uma mão fantástica! beijos e obrigada pela partilha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A lista de ingredientes também me pôs logo a sonhar. Quase conseguimos cheirar a sopa, não é? E não me desiludiu. Muito saborosa e tão rica que serve como refeição.
      Beijinhos

      Eliminar
  8. Também gosto dos programas do Nigel, que só tenho oportunidade de ver quando vou a casa da minha prima. Durante as festas tive essa oportunidade e adorei quase todas as comidas que ele faz. É de facto um excelente cozinheiro, que prima precisamente pela simplicidade. E acho que também vou gostar desta sopinha :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também adoro quase tudo o que ele faz. Apetece fazer tudo. Já tenho em rascunho mais uma receita dele :)
      Beijinho

      Eliminar
  9. Olá Ilídia,

    Tenho mesmo pena de não poder acessar esse canal, só consigo ver o Masterchef Australia que considero muito bom.

    Seja como for acho que a tua sopa ficou muito convidativa e com um aspecto excelente, cheia de sabores bem exóticos e aromáticos ! :)

    Beijinhos

    Isabel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca vi o Masterchef (como disse no post, vejo pouca televisão). Este programa, porém, é mesmo muito inspirador. Ponho-o sempre a gravar e, quando tenho tempo, gosto de ver vários episódios seguidos.
      Um beijinho

      Eliminar
  10. Uma vontade de comer sopa:) Assim de repente. Deve ficar óptima. Obrigada por reproduzires a receita de que gostaste muito. Vou querer este exotismo quanto antes.

    Um beijo.

    Mar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fica, realmente, muito saborosa. Pelo menos para quem gostar destes sabores de outras paragens, como é o meu caso. Experimenta o exotismo, sim :)
      Bom fim de semana.
      Um beijo

      Eliminar
  11. As sopas têm sido presença obrigatória aqui por estes lados, conjuntamente com outras coisas mais pecaminosas. Enfim, se morrer hoje, morro com umas gramas a mais mas "consolada".
    A tua sopa está tão rica e convidativa. Excelente reprodução. Também adoro o Nigel, mas infelizmente não possuo nenhum dos seus livros. Ainda.
    Beijos e bom resto de semana.
    Patrícia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também não tenho nenhum livro dele. Só o vejo na TV e leio-o na internet. Esta sopa é muito saborosa. Claro que, cá em casa, só eu a comi (e ofereci-a ao meu irmão e cunhada). É muito picante para o Manel e o pai não come sopa com leite de coco, claro :)
      Beijinhos e bom fim de semana.

      Eliminar
  12. Ficou tão linda Ilídia :)
    Só de olhar apetece, e tenho tudo o que preciso em casa!
    Adoro o Nigel, quero mais livros dele este ano, é um grande senhor, sem pretensões e sem exageros, tudo simples e suave. Perfeito.
    Um bocadinho de exotismo e cheiro a outras paragens sabe tão bem!
    E o risotto de açaflor ajudou-me tanto nisso :)
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo, Inês. Um grande senhor, mesmo.
      Fico à espera de ver esse risotto ;)
      Beijinhos

      Eliminar
  13. Ai como eu gosto disto! Pena que os esquisitinhos cá de casa devem torcer o nariz. Pelo sim e pelo não diz-me, o que é a erva-limão?
    Beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Vera.
      A erva-limão é uma planta medicinal, muito utilizada em infusões e na cozinha asiática. Fui à intenet pesquisar mais acerca da mesma, mas não encontro muita informação. Segundo as fontes que consultei, é da mesma família da citronela, mas não é bem a mesma coisa, pois esta última é mais intensa.
      Deixo-te este link, sobre capim-limão, que aparenta ser a mesma planta. No entanto, não tenho bem a certeza. Se alguém vir este comentário e tiver mais informações que queira partilhar, serão bem vindas.

      http://pt.wikipedia.org/wiki/Capim-lim%C3%A3o

      Um beijo e bom fim de semana,
      Ilídia

      Eliminar
  14. ohhhhhhhh this looks sooo yummy ! Adorei, no meio do inverno, sabe bem um pratinho assim "quente"...bjos~Diana

    ResponderEliminar
  15. Também sou fã do Nigel, dos livros, porque o programa de tv nunca vi (não tenho televisão...). Adoro a forma de cozinhar dele e as receitas sempre acessíveis. Também já publiquei algumas receitas dele que adaptei, aqui fica a partilha:

    http://cozinharsemlactose.blogspot.pt/2013/01/bolo-de-chocolate-do-ano-novo.html

    http://cozinharsemlactose.blogspot.pt/2012/12/sopa-de-abobora-e-lentilhas.html

    Um dia destes publico também a minha "laksa", que é próxima da que vemos aqui.

    Obrigada!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Acerca de mim

A minha foto
O Acre e Doce é um blogue que celebra a vida de casa, principalmente os momentos passados à volta da mesa. É um blogue de coisas que nos fazem felizes, sejam uma refeição, um filme, um livro ou um ramo de flores frescas.